Obrazy na stronie
PDF
ePub

que não podiam enganar-se a si mesmos, nem enganar os Fjeis na doutrina pratica , ou theorica da Religiai, que lhes, ensinavam. Jesus Christo Hes: tinha dito -0 Espirito Santo consolador, que meo. Pua enviará, en meo nome , vos ensi. nará todas as cousas , e vos fara lembrar de tudo, o que vos tenho dito. (8: Joao.c. 14.V. 20) - Quando este Espirito de verdade vier , vos ensinará toda a verdade -(8. Joáo cap. 16. v. 13). Os Catholieos Romanos sustentamos, que e.. corpo dos Pastores reunido, ou disperso nao pode enganar-se sobre a verdadeira doutrina de Jesus Christo, e dos Apostolos, ou altera-la de proposito deliberado, e induzir desta maneira ao, erro os. Ficis; e: portanto que este corpo, 0::qual reunido aos Fieis constilue a Igreja de Jesus Christo, he infallivel; isto he, que uma doutrina Catholica , ou, ensiñada geralmente pe, los Pastores da Igreja , he a vendadeira dous trina de Jesus Christe. Para fazer sensiyel esta verdade basta considerar que a certeza moral levada a um gráo, que exclua toda - a especie de duvida -racionavel; he infallivel. Nao be ne: cessario, que cada um Bispo seja por si infala livel, nem que seja impeecavel,ou illustrado por uma luz sobrenatural, ou muito sabio : a infallibilidade de seo-testemunho vem da uniformidade : sem milagre resultará dahi uma cera teza moral levada ao mais alto gráo de eviden

cia: pois, quando a Igreja declara tal doutrina , como 'dogma de fé, he o mesmo, que declarar que aquella doutrina foi ensinada por Jesus Christo, e pelos Apostolos : a Igreja nao tern nova revelação : toda a questao he de facto : mas um facto sensivel, é estrondoso, quando he testeficado uniforinemente por uma multidaó de testemunhas collocadas em diversos lugares, e tempos, que nio podiam conloiar-se por um interesse commum, nem tinham razão algama para nos enganar, não pode deixar de ser verdadeiro; taes testemunhas são infalliveis, e seria absurdo nao annuir ao seo depoimento. Os Bispos , successores dos Apostolos, sao como elles, reveslidos de caracter, e encarregados por sua or. denação de continuar a missão de Jesus Christo, e dos Apostolos, e annunciar aos Fieis, o que o mesmo Salvador ensinou (46.): fazem juramento de nada mudar na doutrina do Salvador, estão persuadidos de que não podem altera-la sem ser prevaricadores, excommungados., e depostos. Não he possivel, que estes Pastores concordem todos por accaso., ou por conloio em mudar a doutrina, que existe estabelecida antes delles : a uniformidade de seo testemunho sobre o facto da doutrina ensinada por Jesus Christo, leva a certeza moral a um gráo de evidencia , que à torna infallivel. No 4. o seculo, por exem„plo, ensinava-se, e „oria-se a divindade de Jes,

n

zus Christo na Italia, Hespanha, Africa, Egypto, Syria , Grecia, Asia menor, &c. he este o facto, que se devia provar, e decidir no Con, cilio geral de Nicea, no anno 325. Trezentos e, desoito. Dispos reunidos destes differentes paizes, attestaram, que esta era a fé de suas Igrejas:.. podiam elles enganar-se no que acreditayam, e ensinavam ? Isto he, seria possivel, que se enganassein., persuadindo-se, que tinham até alli elles, e seos diocezanos crido o que não criam, e que por elles tinha sido ensinado, o que munca ensinaram ? E seria possivel, que homens de differentes paizes , lingoas, paixoens, e interessesconspirassem- para enganar todo o mundo em inaterias, que nada thes interessavam? Este testemunho he evidentemente sem suspeita, e infallivel. A infallibilidade porém deste tes, temunho, que até aqui olhamos humanamente, basea aliás sobre um fundamento - 3obrenatural e divino; isto he, sobre a missão divina dos Pastores, e nas promessas de Jesus Christo. Sim, a missão dos Bispos vem dos Apostolos por uma successio constante, e publicamente conhecida; a dos Apostolos - vent de Jesus Christo, e este lhes prometteo sua assistencia para sempre. Jesus Christo lhes--disse - eu vos envio, como meo Pai me enviou (S. João c. 20 v.-21 ): eu vos tenho feito conhecer tudo o que ouvi de meo Pai, (ibid. c. 15 v. 15.) ide , ensinai todos os povos ...., en

caminhando-os a observar tudo o que vos tenho determinado. Eu fico com rosco em todos os dics até o fim dos Seculos (S. Math. 'C. 28. v.:19 @ 205: eu rogarei a imeo Pai, que vos cutro Consolador para ficar com VOSCO para sempre; he-'0 espirito da verdade, que o mundo não pode receber , porque o não , nem conhece. Vós porém «0 conhecereis, porque ficará entre. vós, e com-vosco.''(S. João cap. i}4. v. 16 ) O que vos escuta , me escuta a mim; e o que vos despresik, me despresa. O que me despresa a mim, despreza quem me mundou. (S. Luc. C. 10: v. 16.) Jesus - Christo nao podia exprimir em termos mais energicos a divindade, e perpetuidade de sua missão, e da missão de seos Enviados. Os --A postolos seguem a ligaó, e os exemplos de seo divino Mestre S. Paulo diz a Timotheo , falando da doutrina Christan guardai este precioso-deposito pelo Espirito Santo ; que habita em nós :- ...o que tendes aprendido de mim perante muitas testemunhas, confiai-o a homens fieis ; que sejam capuzcs. de-ensinar os outros: (2. Timoth. c.) v. 14)-(C: 2 v. 2) olhai para: vós, e por todo o rebanho, diz aos Bispos o mesmo. Santo Apostolo , no qual o Espirito Santo vos constituio Bispoş, para reger a Igreja de Đeos; que grangeou com seo sangue. (Act. c. 20 v. 28) Talhe a base, sobre que sao. fundadas a certeza da tradicção, a perpetuidade, e immutabilidade da doutrina de Jesus Christo. Nao podemos duvidar, diz Mr. Bergier, da sabedoria , e da solidez deste plano divino , quando vemos, ha mais de 18 seculos a Igreja Christan sempre atacada, e sempre firme em sua defêza , igualmente fiel cm professar, e em transmittir sua crenga, em condemnar os erros, e em arremecar de seo seio os novadores teimosos. Dez, ou dôze heresias principaes, que tem viciado uma parte de seos filhos, nao a fizeram recuar um passo. A Igreja de Jesus Christo não usurpou este privilegio da infallibilidade, recebeo-o de Jesus Christo; e sem este privilegio não subsistiria, ha muito tempo. Se este divino Fundador não tivesse cumprido a promessa, que tinha feito, de fundar sua Igreja sobre a pedra firme, mil vezes as portas do Inferno teriam prevalecido contra ella. (Math. c. 16 v. 18) Uma doutrina revelada, e mysteriosa , uma moral austera , contra a qual as paixoens não cessam de lutar; um culto.puro, que a superstigão procura infeccionar, e que a impiedade quereria destruir, não podiam conservar-se, senão por uma providencia singular, e um continuado milagre.

« PoprzedniaDalej »