Obrazy na stronie
PDF
ePub

Igreja o poder de censurar, e condemnar erros, condemnou os Anabaptistas, e os mais, que se apartaram de seo modo de pensar: este novador não se envergonhou de escrever, que o Diabo lhe dictára a doutrina blasfema, que havia expendido contra o sacrificio da Missa! Sua doutrina sobre a liberdade Christan, he destructora da Sociedade civil, qualquer que seja sua fórma, e portanto claramente absurda : Deos não inspira absurdos : a doutrina de Calvino, pelo que respeita á predestinação, faz de Deos um Despota caprichoso, e inexoravel, o que se oppoç ás, idéas, que uma san Philosofia, e os Evangelhos nos apresentam de Deos, de sua bondade, e beneficencia (18.); e tira a liberdade do homem contra o que provámos (6.); sustenta de uma parte, que os sacramentos só podiam ser instituidos por Deos; e por outra , que os sacramentos só servem para excitar a fé; ora he evidente, que para estabelecer um signal, que excite, lembre, ou avive em qualquer pessoa uma verdade, que se crê, não he preciso o poder de Deos; a associaçao das idéas he um fenomeno natural, e para avivar a lembranca de qualquer cousa , basta ligar a sua idéa a um signal sensivel : esta doutrina envolve conseguinteinente uma contradiccao clara : Deos não inspira coutradiccoens. Jesus Christo disse só a Pedro, e a nenhum outro - Tu és Pedro, e

sobre ésta Pedra edificarei a minha Igreja, foc.; a ti darei as chaves do Reino dos Ceos , tudo o que ligares sobre a terra será ligado no Ceo, e tudo o que na terra desatares será desatudo no Ceo. Tu es Petrus fic. et tibi dabo claves regni cælorum : et quodcum que ligaveris super terram , erit ligatum et in cælis : fic. (S. Math. ut sapr.) Logo Pedro foi constituido por Jesus Christo, Principe dos Apostolos, pedra fundamental, e chefe visivel da Igreja; foi o primeiro chamado por Jesus Christo para seo Apostolo, he o primeiro nomeado na lista do Apostolado; os outros Apostolos o reconheceram sempre, co. mo chefe da Igreja, e nesta qualidade presidio no primeiro Concilio por elles celebrado em Jerusalém. (S. Marc. c. 1. Act. 1.) Pedro foi Bispo de Roma, seos successores são pelo mesmo direito os chefes da Igreja de Jesus Christo, e nao o pode ser o Patriarcha de Constantinopla, e muito menos o Rei da Inglaterra : toda a Igreja Catholica reconheceo sempre esta primazia nos successores de S. Pedro; a Sé de Roma foi sempre o centro da unidade Christan. He até onde pode chegar a cegueira voluntaria na sob erba Grega, e no capricho Anglicano! Na Grecia um Bispo suffraganeo ein sua instituicao e progresso pertende elevar-se sobre todos os Bis. pos da Igreja, e usurpa a primazia dada por Jesus Christo em termos expressos só a Pedro,

a

na

te seos legitimos successores na sé de Roma; na Inglaterra um leigo, (ainda que de muito alta Jerarchia) naò só se intitula chefe, e Pontifice da Igreja de Jesus Christo, mas pertende coinmunicar valiosamente poderes, que ello nunca recebeo, e que ellę mesmo julga não poder exercitar !

A velhacaria do Patriarcha Phocio, para com o povo Grego, foi semelhante á dos Reformadores na Igreja Anglicana para com Ô povo Inglez. Phocio mentio erros na Igreja La: tina, como dissemos, para illudir o povo Grego; os Reformadores conservaram muita parte da disa ciplina exterior da Igreja Catholica , para adormecer o povo Inglez: um e outro povo deve o scisma, e o erro aos chefes , á astucia e despotismo dos mesmos, nað á propria convicção.. Demais, nem Phocio, nem Luthero, ou Calvino, e outros semelhantes tiveram missio or: dinaria, nem extraordinaria. Missão, fallando dos homens, significa um poder, uma commissao es pecial, que algum tem recebido de Dcos para instruir seos semelhantes, e lhes annunciar a palavra, e leis de Deos. Quando Deos quiz reč velar aos homens verdades, que elles ignoravam', prescrever-lhes novos meios de salvação, e im: por-lhes novos deveres, deo uma Missão extraordinaria a certos homens para executar seos dezignios. Moysés foi enviado para intimar a lei

de Deos aos Israelitas; os Profetas para annunciar seos beneficios, ou seos castigos; Jesus Christo para fundar a lei nova; Os Apostolos para prega-la : ninguem era obrigado a acreditar estes enviados, ou escutar suas ligoens, uma vez, que sua Missão não fosse bem provada. Os signaes, que Deos tem dado a seos enviados, para provar sua Missão, foram conhecimentos superiores aos dos outros homens, virtudes capazes de inspirar o respeito, e a confiança, o dom de predizer o futuro, e sobre tudo o poder de obrar milagres : taes foram as credenciaes de Moysés, dos Profetas , de Jesus Christo, e dos Apostolos : todo o homem, que se julga revestido de uma Missão extraordinaria, deve prova-la da mesma sorte, aliás temos direito de olha.lo, como um impostor. Mas nem os Gregos, nem os Reformadores Lutheranos, Calvinistas, ou Os Anglicanos se lembraram jamais de que seos Corifeos houvessem tido uma Missão extraordinaria : antes confessam de plano, que tal Missão não houve. Tambem a não tiveram ordinaria , porque esta consiste na successaõ de ministros , legitimamente ordenados, e encarregados de continuar o Ministerio Apostolico na pregação da palavra de Deos, na administracao dos sacramentos, e no governo das Igrejas pelos que foram legitimos successores dos Apostolos : ora a Igreja Catholica Romana, e seos Pastores não

communicarain sua Missão aos Scismaticos, e Reformadores, e até segundo estes, nao lha podiam cominvnicar, por ter cahido no erro, e não ser já a Igreja de Jesus Christo : logo donde receberam a Missão ordinaria ? De ninguem.

Concluamos pois, que os Reformadores, a Scismaticos, foram falsos Apostolos, Pastores sem Missao, e sem caracter, que o edificio de sua pertendida religião foi fundado no ar, e que a fé de seos sectarios não he mais que um enthusiasmo, o qual subsiste por habito, por um interesse puramente politico, pela vergonha de se retractar depois de ter declamado tanto contra a Igreja Romana , e que emfim a Religião Christan, co: mo a professa a Igreja Catholica Romana, he a unica verdadeira Religião de Jesus Christo e dos Apostolos.' • Esta mesma verdade póde concluir por si qualquer Christão illiterato, sem o barulho de tantos raciocinios, e com igual evidencia.

Jesus Christo, e os Apostolos deixaram a outros a commissão de pregar o Evangelho, e instruir os Fieis: nao ha fiel, que ignore esta werdade; e a razao inesmo a está dictando a todos; pois seria inutil ter pregado Jesus Christo, e os Apostolos, se nós, que lhe sobrevivemos, nav partecipassemos de sua pregagað, e nao partecipariamos, se nao houvessem outros encarregados de nos transmittir da mesma sorte a sua

Sser

« PoprzedniaDalej »