Obrazy na stronie
PDF
ePub
[ocr errors]

sensiveis, como definem os Theologos, de uma graça espiritual, instituidos por Jesus Christo , para sanctificaçao de nossas almas, nada aprezentam, que possa chocar o bom senso, e a recta razaö, A Religia) Catholica admitte sete Sacramentos, o Baptismo, a Confirmaga), a. Comunhao, a Penitencia, a Extremana Uncgao, a Ordem, e Matrimonio : seos effeitos sao a Regeneracao, a purificacao da alina , a remissão dos peccados, o dom da graça, e do Espirito Santo. Será por ventura impossivel a Deos , ou indigno de seos attributos o ligar a certos sig, naes sensiveis os dons, graças, ou beneficios , que quer liberalisar a suas creaturas? Não he pelo contrario muito confornie coin, a bondade ,e sabedoria divina , reunir os homens na profissão de uma mesma Religião por meio de, signaes. visiveis, e symbolos mysteriosos, que fazem impressao em nossos sentidos

" A carne, diz Tertulliano , he lavada pelo » Baptismo, a fim de que a alına seja purifi,, cada; recebe a unccao para que seja consa„grada a Deos, imprime-se-lhe o sello da cruz. „ para que nella tenha a alma uma deféza contra „, seos inimigos; impoem-se-lhe as mãos, para „ que a alma receba as luzes do Espirito San» to. He o corpo., que partecipa do corpo, e » sangue de Jesus Christo, para que a alma seja , divinamente alimentada.,

[ocr errors]

Se comparamos a maneira de ser do corpo de Christo na Eucharistia, com a maneira de existir dos outros corpos, parece-nos, que este corpo nao pode estar ein muitos lugares no mesmo momento, nem existir debaixo das qualidades sensiveis de paā, sem que a substancia do páo ahi esteja tambem: porém ignoramos em que consista a substancia dos corpos separada de suas qualidades sensiveis, e he uma sem.. razão comparar o corpo sacramental de Jesus Christo, com os outros corpos :: além de que a replicação dos corpos he possivel á omnipotencia de Deus, como demonstra a Metafisica; e nos objectos, que venios, ouvimos, cheiramos &c. não ha, se não a força de excitar em nós as sensacoens; as côres, os sons , o cheiro, &c. são sensacoens nossas, e não propriedades dos corpos: não ha por consequencią absurdo, ou contradiccaõ de razao em que Deos. cause em nós ao vêr, tocar, cheirar, comer, &c. a Eucharistia , as mesmas sensagões, que nos produziria o pão, ou vinho,' se ahi estivessem rcalinente estas substancias.

Do que temos exposto se segue, que nenhum dos artigos da doutrina do Christianismo se oppõe claramente á razão, e portanto a Religião Christan tem o primeiro caracter de verdadeira. (36.)

[ocr errors]

Da existencia , pregação , e milagres de Jesus: em confirmação da doutrina do Chris .

tianismo. .. ovi.

41. A existencia de Jesus Christo , sua prégagão , e milagres en confirmação de sua doutrina, são factos provados para todo o genero de pessoas pela tradiccao mais autentica , e sobre a qual nao pode haver a menor duvida a nao querer de proposito postergar toda a autoridade humana , e cahir n'um pyrrhonismo historico universal..

Todo o Christao desde menino recebe da boca de seos pais, mestres, parentes, amigos : e concidadãos, ou sabios", ou illiterados:, . estes : factos, como recebidos de testemunhas oculares, e incontestavelmente verdadeiros, e todos affir, mam tê-los recebido taes de seos, antepassados :: os Prégadores, e Påstores de primeira e segunda ordem, em suas catequeses , e homilías nos re: cordam e confirinam esta mesma doutrina , estes mesmos factos, a vida de Jesus Christo , sua prégacaó, e seos milagres, e sobre elles baseam a moral, que nos intimam-nas assembléas dos Fieis : a era vulgar, ou Christan fixa a época destes accontecimentos. Em todo o mundo Chris

tao, ainda nas mesmas seitas, que se tem desviado do gremio da Igreja Catholica, se professa a mesma crença a este respeito: isto mesmo crê e confessa o Portuguez, o Francez, a

Inglez, o Polaco, o Hespanhol, o Russo, Alemao, Italiano, o Asiatico, o Africano, &c.: esta tradiccao uniforme nos povos todos de diversos climas, ragas., costumes, e civilisaga), e de interesses differentes, não pode proceder de conloio entre si para forjar factos de tanta

18 seculos os maiores homens do universo, os mais insignes Philosofos abracaram, e cieram estes mesmos factes : foram logo recebidos verdadeiramente por uma tradicção incorrupta desdo os primeiros, que os annunciaram, como testemunhas oculares, e fidedignas (38.): logo sao verdadeiros. Demais., esta tradiccao he corroborada por monumentos existentes, e presentes quotidianamente aos olhos de todos, que demostram nao só a realidade dos factos, e da revolucao, que causaram no universo, mas assignalam sua antiguidade, e testeficam a uniformidade de crença de nossos antcpassados. As cruzes, e imagens, as igrejas e aliares, o nome de Jesus gravado, e invocado por toda a parte, e o nome de Cbristao, que tem os que professam esta Religia), as festas, que se celebram em honra do nascimento, e mysterios da vida de Jesus Christo.

IS

e de sua mái, a Virgem Maria , dos seos A postolos, Discipulos, e Martyres, ou dos homens conspicuos na virtude, e na sabedoria, que acreditaram, como nós, seos milagres, e sua divindade, e praticaram sua doutrina, e especial mente a festa da Pascoa, e o Domingo; o symbolo, que recitamos, sao outros tantos monumentos da existencia, pregaçao, e milagres, e doutrina de Jesus Christo.

Todo o mundo sabe, que a cruz era um supplicio infame, e he, ha muitos seculos, um objecto do culto, e veneragao universal; este culto he relativo a Jesus Christo, que nella morreo crucificado pela salvacao do genero humano, logo a cruz he um monumento de sua existencia , de sua doutrina , de seos milagres, e de sua divindade, e da revolucao, que operou no uniyerso a pregagao dessa mesma doutrina: o mesmo digo dos paineis antiquissimos, que nos reprezentam, assim como os modernos, diversos passos da vida , morte, e milagres de Jesus Christo, e dos seos Apostolos, tudo conforme ao que nos diz a liistoria, e a nossa crença actual.

A Pascoa he a festa, que a Igreja Christan celebra em memoria da ressurreicao de Jesus Christo, o maior, e mais assombroso de seos milagres, o qual só basta para demostrar sua divindade; esta festa foi instituida no tempo mesmo dos Apostolos, testemunhas oculares desta

« PoprzedniaDalej »